sábado, 30 de maio de 2009

O Poço das Sombras, Juliet Marillier

"Em missão secreta na Irlanda por ordem do Rei Bridei de Fortriu, Faolan tem também de dar a notícia da morte de um bravo guerreiro. Porém, o principal assassino e espião de Bridei tem de enfrentar os demónios do passado sombrio da sua família com resultados inesperados.

Quando segue o rasto de um poderoso clérigo cristão que pode ser uma ameaça para a estabilidade do reino pagão de Bridei, Faolan torna-se responsável por uma criança, um cão e Eile, uma jovem perturbada e desconfiada.
Para Eile, a viagem a Fortriu é uma confrontação. Acostumada a uma vida de privações e labuta, a jovem vê-se perante um mundo estranho, cheio de lições novas, onde o principal desafio é aprender a confiar nas pessoas. Na corte de Bridei, em Monte Branco, notícias perturbadoras vindas do reino vizinho de Circinn, levam o Rei a convocar a conselho os seus chefes-de-guerra. Após o desaparecimento do principal conselheiro de Bridei e a morte trágica de uma jovem criada, a ameaça provocada pela influência cada vez Maior da Cristandade parece ser o menor dos perigos..."



Mais um livro brilhante! "O Poço das Sombras", que veio dar seguimento ao "Espelho Negro" e "A Espada de Fortriu" enaltece o brilhantismo a que Juliet Marillier já nos habituou nas suas obras. Para mim, a trilogia de Sevenwaters representa e sempre representará o melhor de Marillier, mas mesmo assim, tem de ser dar o valor ás suas outras obras, que nos enfeitiçam e não deixam de suspreender com os seus enredos e histórias de coragem, de amor e de amizade. Assim acontece com "O Poço das Sombras". No terceiro livro das Crónicas de Bridei, é posto a nú a verdade sobre o passado de Faolan. Este empreende numa viagem, que tem por objectivo principal uma missão sob as ordens do rei Bridei, mas que acaba por ser também uma viagem ao passado: ao seu passado, e ao passado de Deord, o homem que dera a vida para que ele vivesse. Impelido pela amizade a Deord, Faolan dedica a sua viagem a proteger a filha e a neta do amigo, Eile e Saraid. As privações de que fora vitima, tornara Eile numa jovem forte e desconfiada, onde tudo fará para proteger a filha, Saraid. De inicio tem algumas reservas em confiar em Faolan, no entanto ele ajuda-a, o que mais ninguém foi capaz de fazer, e empreendem numa viagem onde aprendem a confiar um no outro, partilhando os seus passados, os seus medos, numa relação de amizade onde figura a honestidade.
Como é hábito nas obras de Marillier, existe um mundo de magia onde tudo é relatado de forma minuciosa, o que permite ao leitor entrar profundamente na história como se estivesse realmente a vivê-la.


Edição/reimpressão: 2007
Páginas: 608
Editor: Bertrand Editora

P.V.P. €19,95